Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > O que é Extensão?
Início do conteúdo da página

Extensão Universitária

Publicado: Sexta, 24 de Setembro de 2021, 03h28 | Última atualização em Quarta, 10 de Novembro de 2021, 22h45

Esta página reúne um compilado de informações encontradas nos documentos Plano Nacional de Extensão UniversitáriaOrganização e Sistematização - base operacional e Avaliação da Extensão Universitária disponíeis no site da Rede Nacional de Extensão - RENEX.

Extensão Universitária como atividade acadêmica foi reconhecida no final da década de 1980 com a sua inclusão na Constituição e a organização do Fórum de Pró-Reitores de Extensão, sua conceituação foi definida no I Encontro Nacional de Pró-Reitores de Extensão, conforme expressa no Plano Nacional de Extensão Universitária1:

A Extensão Universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o Ensino e a Pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre universidade e sociedade. A Extensão é uma via de mão dupla, com trânsito assegurado à comunidade acadêmica, que encontrará, na sociedade, a oportunidade de elaboração da práxis de um conhecimento acadêmico. No retorno à Universidade, docentes e discentes trarão um aprendizado que, submetido à reflexão teórica, será acrescido àquele conhecimento. Esse fluxo, que estabelece a troca de saberes sistematizados, acadêmico e popular, terá como consequência: a produção do conhecimento resultante do confronto com a realidade brasileira e regional; a democratização do conhecimento acadêmico e a participação efetiva da comunidade na atuação da Universidade. Além de instrumentalizadora desse processo dialético de teoria/prática, a Extensão é um trabalho interdisciplinar que favorece a visão integrada do social. [...]

A partir de um debate amplo e aberto, desenvolvido nos XXVII e XXVIII Encontros Nacionais, realizados em 2009 e 2010, respectivamente, o FORPROEX apresenta às Universidades Públicas e à sociedade o conceito de Extensão Universitária:

A Extensão Universitária, sob o princípio constitucional da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, é um processo interdisciplinar, educativo, cultural, científico e político que promove a interação transformadora entre Universidade e outros setores da sociedade.

Tipos de Ações de Extensão

Realizada sob a forma de programas, projetos, cursos de extensão, eventos, prestações de serviço e elaboração e difusão de publicações e outros produtos acadêmicos, a extensão universitária passa por um processo de organização, no qual se insere a implementação de um sistema de informação de base nacional e um sistema de avaliação contínuo e prospectivo.

PROGRAMA

Conjunto articulado de projetos e outras ações de extensão (cursos, eventos,prestação de serviços), preferencialmente integrando as ações de extensão, pesquisae ensino. Tem caráter orgânico-institucional, clareza de diretrizes e orientaçãopara um objetivo comum, sendo executado a médio e longo prazo.

PROJETO

Ação processual e contínua de caráter educativo, social, cultural, científico outecnológico, com objetivo específico e prazo determinado”.O projeto pode ser:

  • Vinculado a um programa (forma preferencial – o projeto faz parte de uma nucleação de ações)
  • Não-vinculado a programa (projeto isolado).

Saiba qual o papel da Pró-Reitoria de Extensão.

CURSO

Ação pedagógica, de caráter teórico e/ou prático, presencial ou a distância ,planejada e organizada de modo sistemático, com carga horária mínima de 08 horas e critérios de avaliação definidos, considerando-se que:

  • Ações dessa natureza com menos de 8 horas devem ser classificadas como “evento”.
  • Prestação de serviço realizada como curso deverá ser registrada comocurso.
  • Curso presencial exige a presença do aluno durante toda a oferta da cargahorária.
  • Curso de extensão a distância é caracterizado pela não-exigência dapresença do aluno durante toda a oferta da carga horária; as atividadespresenciais (sessões de esclarecimento, orientação presencial, avaliação,etc) não devem ultrapassar 20% da carga horária total.

EVENTOS

Ação que implica na apresentação e/ou exibição pública, livre ou com clientela específica, do conhecimento ou produto cultural, artístico, esportivo, científicoe tecnológico desenvolvido, conservado ou reconhecido pela Universidade e podem ser classificado em:

  • Congresso: Em geral com duração de 3 a 7 dias, que reúne participantes deuma comunidade científica ou profissional ampla. Realizado como um conjunto de atividades, como mesas redondas, palestras, conferências, apresentação de trabalhos, cursos,minicursos, oficinas/workshops; os cursos incluídos no congresso, com duração igual ou superior a 8 horas devem, também, ser registradas e certificadas como curso.
  • Seminário: Encontro,simpósio, jornada, colóquio, fórum, reunião, mesa-redonda, etc)
  • Ciclo de debates: Encontros seqüenciais que visam a discussão de um tema específico.
  • Exposição: Exibição pública de obras de arte, produtos, serviços, etc.
  • Espetáculo: Demonstração pública de eventos cênicos musicais. Inclui: recital, concerto,show, apresentação teatral, exibição de cinema e televisão, demonstraçãopública de canto, dança e interpretação musical.
  • Evento esportivo: campeonato, torneio, olimpíada, apresentação esportiva.
  • Festival: Série de ações/eventos ou espetáculos artísticos, culturais ou esportivos,realizados concomitantemente, em geral em edições periódicas.
  • Outros

PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS

Realização de trabalho oferecido pela Instituição de Educação Superior ou contratado por terceiros (comunidade, empresa, órgão público, etc.); a prestação deserviços se caracteriza por intangibilidade, inseparabilidade processo/produto e não resulta na posse de um bem”. Quando a prestação de serviço é oferecida como curso ou projetode extensão deve ser registrada como tal (curso ou projeto).

PUBLICAÇÕES E OUTRAS PRODUÇÕES ACADÊMICAS

Caracterizam-se como a produção de publicações e produtos acadêmicos decorrentes das ações de extensão, para difusão e divulgação cultural, científica ou tecnológica.

Para maiores informações sobre a caracterização das ações de extensão consulte o documento Organização e Sistematização - base operacional.

Linhas de Extensão

  1. Comunicação;
  2. Cultura;
  3. Direitos Humanos e Justiça;
  4. Educação;
  5. Meio Ambiente;
  6. Saúde;
  7. Tecnologia e Produção;
  8. Trabalho.

Áreas Temáticas

Para consecução de sua missão fundamental, a de dar respostas às necessidades da sociedade, optou-se por sistematizar o trabalho de extensão das Instituições de Ensino Superior Públicas de acordo com as seguintes áreas temáticas:

  1. Alfabetização, Leitura e Escrita
  2. Artes Cênicas
  3. Artes Integradas
  4. Artes Plásticas
  5. Artes Visuais
  6. Comunicação Estratégica
  7. Desenvolvimento de Produtos
  8. Desenvolvimento Regional
  9. Desenvolvimento Rural e Questão Agrária
  10. Desenvolvimento Tecnológico
  11. Desenvolvimento Urbano
  12. Direitos Individuais e Coletivos
  13. Educação Profissional
  14. Empreendedorismo
  15. Emprego e Renda
  16. Endemias e Epidemias
  17. Divulgação Científica e Tecnológica
  18. Esporte e Lazer
  19. Estilismo
  20. Fármacos e Medicamentos
  21. Formação de Professores
  22. Gestão do Trabalho
  23. Gestão Informacional
  24. Gestão Institucional
  25. Gestão Pública
  26. Grupos Sociais Vulneráveis
  27. Infância e Adolescência
  28. Inovação Tecnológica
  29. Jornalismo
  30. Jovens e Adultos
  31. Línguas Estrangeiras
  32. Metodologias e Estratégias de Ensino/Aprendizagem
  33. Mídiaartes
  34. Mídias
  35. Música
  36. Organizações da Sociedade e Movimentos Sociais e Populares
  37. Patrimônio Cultural, Histórico e Natural
  38. Pessoas com Deficiências, Incapacidades e Necessidades Especiais
  39. Propriedade Intelectual e Patente
  40. Questões Ambientais
  41. Recursos Hídricos
  42. Resíduos Sólidos
  43. Saúde Animal
  44. Saúde da Família
  45. Saúde e Proteção no Trabalho
  46. Saúde Humana
  47. Segurança Alimentar e Nutricional
  48. Segurança Pública e Defesa Social
  49. Tecnologia da Informação
  50. Terceira Idade
  51. Turismo
  52. Uso de Drogas e Dependência Química
  53. Desenvolvimento Humano
Fim do conteúdo da página