Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser!
Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Ações e Programas > PEASA - Programa de Estudos e Ações para o Semiárido > VI Expedição do Semiárido > Parque Nacional do Catimbau é ponto de visitação da VI Expedição do Semiárido
Início do conteúdo da página

Parque Nacional do Catimbau é ponto de visitação da VI Expedição do Semiárido

Publicado: Quarta, 20 de Julho de 2022, 21h03 | Última atualização em Quarta, 20 de Julho de 2022, 21h14 | Acessos: 354
Imagem: Camila Gurjão
imagem sem descrição.

Também conhecido como Vale do Catimbau, o Parque Nacional do Catimbau, localizado nos municípios de Buíque, Ibimirim, Sertânia e Tupanatinga, é o segundo parque do estado de Pernambuco e preserva uma das últimas áreas do bioma Caatinga.

Na última sexta-feira, dia 15, a Expedição do Semiárido, passou pelo local realizando uma trilha ecológica, para explorar as belezas do lugar e conhecer mais sobre sua vegetação e fauna.

A região é composta por uma intensa erosão e suas formações geológicas são formadas de arenitos de diversas cores e tipos que datam de mais de 100 milhões de anos. Ao todo o parque apresenta cerca de duas mil cavernas e 28 cavernas-cemitério.

IV Expedição do Semiárido

A sexta edição do Prêmio Expedição do Semiárido é fruto de uma parceria entre a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), através do Programa de Estudos e Ações para o Semiárido (PEASA), Museu Interativo do Semiárido (MISA) e a Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão da UFCG, o Instituto Nacional do Semiárido (INSA/MCTI), a Fundação Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e o Instituto Lynaldo Cavalcanti.

A Expedição tem como objetivo estimular a experiência de contato e troca de conhecimentos sobre aspectos ambientais, sociais, antropológicos, históricos, econômicos e culturais em diferentes municípios da região do Semiárido.

Próximo destino

A Expedição agora segue para a cidade de Bonito (PE).

Texto por Renally Amorim INSA/MCTI

Fim do conteúdo da página